Paulo Rená

Paulo Rená

30p

24 comments posted · 1 followers · following 0

287 weeks ago @ potencial gestante - passa ou repassa · 0 replies · +4 points

"mas no final das contas, quando a gente revê o programa, está cansado, mas se divertiu."

Ponto para a Luisa, poontoooo!!!

353 weeks ago @ potencial gestante - mamilos: um assunto mu... · 0 replies · +1 points

Tão, fácil, né?! Só gastar DINHEIRO com uma BURCA florida e pronto, pode se esconder do mundo e deixar tudo mais simples para... para quem não é a mãe nem o bebê. #tutadebrincationwithmecara

426 weeks ago @ Não Zero | Inte... - Um outro sentido para ... · 0 replies · +1 points

"Existo apenas como uma ideia tendo como o horizonte um monitor e, por controle remoto, aciono dedos para agirem sobre o teclado. "

Refraseando: existo apenas como uma ideia tendo como horizonte meus olhos e, por ligações nervosas, aciono músculos para moverem meus dedos.

426 weeks ago @ Não Zero | Inte... - Um outro sentido para ... · 0 replies · +1 points

Opa, que bom que aceitou o papo ;) E obrigado pela atenção. Vamos lá.

A hiperfície como espaço de comunicação não "implica necessariamente em aprofundamento", mas ela possibilita de uma forma bastante palpável. Não se trata de sinceridade ou falsidade, mas de potencial para troca de informações. As condições para uma comunicação presencial são mais exigentes do que para a comunicação hiperficial, porque esta não demanda proximidade física nem sincronicidade.

"Assim, na hiperfície são maiores a probabilidade e as condições de pessoas distantes saberem mais umas sobre as outras do que pessoas que estejam bem próximas. Isso não depende da hiperfície para ocorrer. Mas a hiperfície, repito, aumenta as chances de isso ocorrer."

As pessoas podem ser falsas presencialmente ou virtualmente, na fala, em textos, em gestos. Isso é inclusive interessante para pensar na desconfiança com que documentos eletrônicos são encarados, em matéria de segurança, esquecendo-se que a falsificação de documentos em papel não é exatamente uma fantasia. O mesmo vale para a relação entre photoshops e imagens analógicas, ou mesmo nossos próprios olhos. Pensar a partir do conceito de hiperfície pode permitir, concluo, uma nova chave de leitura para a própria questão da nossa confiança na veracidade das comunicações.

426 weeks ago @ Não Zero | Inte... - Um outro sentido para ... · 3 replies · +1 points

Juliano, você conhece meu conceito de Hiperfície? Cara, há muito tempo gostaria de ter alguém para debatê-lo comigo, fazer a ideia ganhar corpo (ou ser desmantelada, se fosse o caso). Bom, se quiser conversar, fica o convite, o conceito está em construção em http://hiperficie.wordpress.com/o-conceito/

Se não quiser, indico (quem sabe até você muda de ideia) ler o texto http://owni.eu/2012/02/09/there-is-no-cyberspace-...

428 weeks ago @ potencial gestante - sorteio de páscoa kin... · 0 replies · +2 points

Tô dentro! Chocoleia eu!

430 weeks ago @ Gizmodo Brasil - O que é o Ecad? E por... · 0 replies · +1 points

Quem sabe com esse absurdo finalmente alguma coisa muda.

464 weeks ago @ Youpix - youPIX CHAT - REVOLUÇ... · 0 replies · +1 points

Ao Lucas, que se mostra um descrente na participação virtual, lembro que mesmo as revoluções que ele parece entender como verdadeiras, mesmo elas somente contaram com as pessoas engajadas. Nunca houve um movimento político que abarcasse toda a população.
Me diga, Lucas, qual seria uma revolução que você respeita como revolução?

464 weeks ago @ Youpix - youPIX CHAT - REVOLUÇ... · 0 replies · +1 points

Gostaria de lembrar que o Marco Civil da Internet nasceu em função da atuação de ciberativistas. No mesmo movimento, o projeto de lei de cibercrimes segue não aprovado pelo Congresso Nacional, mesmo após já ter sido aprovado nas duas casas, em versões diferentes.
Tenho plena convicção de que a figura "Internauta" já compõe o quadro de sujeitos que têm um voz social relevante no Brasil, assim como gays, índios, mulheres, negros, jovens, estudantes e outras minorias que não domina as relações de poder.

464 weeks ago @ Blog do Tsavkko - The ... - Isto vai ser crime! #A... · 0 replies · +2 points

Tsvakko, a campanha do Mega Não se vale justamente da ironia ao usar imagens de crianças, que por muito tempo foram usadas pela "propaganda" pró legislação anti-cibercrimes. A campanha da HADOPI é, sim, um absurdo. E sua lembrança não é, portanto, mera coincidência. É um combate de fogo contra fogo.

Há um certo bom humor aqui. E do outro lado há uma certa falta de bom senso. Ria conosco e combata o absurdo ;)