Cicero

Cicero

31p

11 comments posted · 2 followers · following 0

301 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Grumman F-14 Tomcat: O... · 2 replies · +1 points

Quando fiz a minha pós-gradução fui apresentado a um fenômeno das redes sociais que é tratada pela Lei de Godwin (https://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_de_Godwin). Primeira vez que vejo acontecer.

338 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - FALKLANDS/MALVINAS: Op... · 1 reply · +2 points

Aqui está uma representação gráfica da logística de reabastecimento executada: http://youtu.be/eox5ePddzyQ

Um documentário com os militares que participaram desta missão está aqui (em inglês): http://youtu.be/40knj0qg_Us

371 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - E-2 Hawkeye completa 5... · 0 replies · +1 points

Por estes dois links aqui, a configuração do rotodome é a mesma.
http://www.flightglobal.com/assets/getAsset.aspx?...

(veja o slide 13 deste pdf) http://www.northropgrumman.com/Capabilities/E2DAd...

Abraços

406 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Rússia se prepara par... · 1 reply · +2 points

E qual o sentido em matar 312.780.968 de pessoas (censo de 2011)?

Nem os maiores assassinos da humanidade sonharam tanto:

1. Mao Tsé-Tung - 60 milhões
2. Josef Stalin - 40 milhões
3. Adolf Hitler - 30 milhões
http://www.dailymail.co.uk/home/moslive/article-2...

Na boa mesmo? Procura uma ajuda.

422 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Rússia concorda em ve... · 4 replies · +4 points

Olá R22, interessante avaliação. Mas o Kh-22 possui uma velocidade de aproximadamente 4000 Km/h, o que no limite de 500 Km de distância, o tempo de reação será de 7minutos e 30 segundos. Assim até serem deslocados os SH ou manobrar os Aegis para este eixo de batalha, dá aos TU-22 alguns segundos a mais para garantir o sucesso da missão, ainda mais se estes forem de saturação (um ataque sobre a frota em duas frentes). Como você disse é uma ameaça que não pode ser ignorada.

423 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Embraer Defesa e Segur... · 0 replies · +1 points

Me permita discordar de você. Apesar de nossa frota de caças ser no mínimo obsoleta e que por questões políticas (disfarçadas de contigenciamnento, alinhamento político, crise econômica e etc.) os líderes deste país nos deixaram uma situação extremamente delicada com a defesa do país.

Do meu ponto de vista, os E-99 são o que a FAB possui de mais moderno, e estes já chegaram ao MLU. Ter uma frota atualizada de AWACS permite uma consciência do ambiente muito grande. Imagine que se tivéssemos alguns P-8, teríamos o controle de praticamente todo o Atlântico Sul daqui da costa brasileira até a África (e poderíamos dizer que esta parte da lagoa é nossa). Pelo que tenho lido, desde 1990 (Tempestade no Deserto e Guerra da Bósnia), se não tiver AWACS disponível não tem missão.

Mas voltando aos caças, estes devem estar integrados (e esta é a palavra chave) aos meios de defesa (caças, navios, mísseis AA, submarinos e por aí vai), senão eles por si só nada representam e não poderão garantir nenhuma defesa completa. Quando saiu o FX-1 na época pensei que a coisa ia rolar, pois estávamos colando no ar os E-99 e tudo caminharia para esta integração. Como se sabe, entrou a política e todo o conceito foi jogado fora e agora a questão é colocar simplesmente aviões no ar.

Se tiver oprtunidade, dê uma lida no livro O Código das Profundezas, sobre a Guerra das Falklands, e veja o que acontece quando se mistura política de governo e defesa.

Abraços

423 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Embraer Defesa e Segur... · 0 replies · +3 points

Apesar da modernização, mais que bem vinda, falta ainda o probe de reabastecimento aéreo para garantir maior tempo de missão. Como os KC-390 farão papel de reabastecedores (premissa do projeto), aqui acredito que faltou visão da FAB neste aspecto. Além disso apenas cinco unidades para o nosso país de dimensões continentais é muito pouco (a Grécia adquiriu quatro unidades).

Alguém tem idéia se existe algum projeto de substituição desta plataforma em andamento?

423 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Relatório do Pentágo... · 0 replies · +4 points

É incrível o custo deste projeto, quase US$ 400 bilhões e ainda não está finalizado. Independente da aeronave em si, o retorno sobre o investimento (ROI) deve valer a pena em novas tecnologias. Lembrando que o F22 teve início de produção em 1993, e gerou um patamar tecnológico longe de ser alcançado por outras nações, já está em meia-vida. Assim o próximo caça que o substituirá deverá mostrar características que realmente só imaginamos nos filmes de ficção científica.

Realmente que falta nos faz um direcionamento político para garantir este tipo de desenvolvimento, para nos permitir ao menos chegar próximo.

428 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Russian Helicopters fe... · 0 replies · +1 points

Não foi uma contrapartida. A visita encerrou e não conseguiu nenhum acordo sobre exportação de carne http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1201622-dilm.... Do meu ponto de vista, se esta empresa de táxi aéreo comprasse da Helibrás, poderia ter facilidades como redução de impostos e etc. Pelo menos os equipamentos seriam feitos no Brasil e estaria empregando gente daqui.

Caso contrário, caberia ao investidor, se expor ao risco de ser o primeiro usuário internacional deste equipamento.

428 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Russian Helicopters fe... · 1 reply · +2 points

Deixa eu ver se entendi.. A presidente assina um contrato de compra de helicópteros para um empresa de táxi aéreo. De acordo com a Reuters este contrato está avaliado em US$ 200 milhões para 14 aeronaves. Se consultar http://www.aircraftcompare.com/helicopter-airplan... cada um custa a bagatela de US$ 9 milhões. Humm.. a conta não fecha.