betinho2

betinho2

94p

816 comments posted · 5 followers · following 0

390 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - F├ítima Oliveira: A m├... · 0 replies · +2 points

Correto Carlinhos. É isso ai e muito mais. As informações agora são diárias, como creio que sabes por ter captado minha intenção.
Mas aproveito para comentar o seguinte: Temos visto a constante indignação dos prezados comentaristas neste e noutros blogs, sempre que se apresentam artigos sobre as "Máfias", sempre pedem e desejam prisão para seus membros, assim como nos outros. Porém a frustração e o sentimento de impotência que nos toma o âmago tem sido a tônica, pois nada acontece. E ai vem meu questionamento, pois o que escrevi acima e o link que você colocou devia ter levado os comentaristas pedirem algum esclarecimento, pois tem ali informações que trarão a grande virada, a derrota definitiva e a prisão do pessoal pertencente à Cabala, no plano Espiritual, por nos mais conhecidos por NOM, Illuminati, A Banca, PIG e outras instituições.
O fato será amplamente noticiado, já tem uma rede de Mídia informada e pronta para noticiar sem nada mais esconder.
Guando falei dos "Céus" e "falarão", me referi a aparição definitiva e incontestável de Naves Galácticas, como presumo que também sabes. Será o aviso da grande transformação, com o compromisso imposto a OBAMA, de fazer um pronunciamento bombastico e revelador, para que as coisas transcorram de maneira mais tranquila. Porém mesmo que OBAMA se omita, nada muda, pois o plano "B" será posto em marcha.
E vamo que vamo.

390 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - F├ítima Oliveira: A m├... · 2 replies · +3 points

Os Céus de Nova York e algumas capitais da Europa, "falarão", em breves dias.
A Grande Mafia mundial e suas congêneres afinarão e serão faxinadas.
Aguardem.

395 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - Ajude a levar o Privat... · 0 replies · +1 points

Excelente iniciativa. Repetindo, sugeri que fosse impresso com destaque a seguinte chamada: “Dai de graça o que de graça recebeste”, para que as pessoas após ler, passem adiante, visando o maior número de leitores.
Mas surge outra possibilidade. A abertura de um site “Privararia Tucana”, onde o livro poderia ser divulgado por capítulos, ou diários ou 3 em 3 dias, ou semanal.
Nesse caso, ao invés de colocar os documentos no final, colocar respectivamente os relacionados ao capítulo divulgado.
Também com doações para acesso.
Por exemplo, um valor de 3 Reais e recebe a senha para acessar o site e a leitura de todos os capítulos. Nesse caso o arrecadado seria para despeza de manutenção do site e para pagamento de direitos autorais da Gráfica e do Amaury Ribeiro.
Todos os blogs progressistas fariam a divulgação do site, colocando o link de acesso.
As doações/acesso poderiam talvez ser feitas através de celular, em convênio com operadoras.
Fica ai a idéia, para essa e outras divulgações.

395 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - Leandro Fortes em CC: ... · 0 replies · +6 points

Pega foooogo cabaréééé

395 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - Pousadas irregulares p... · 1 reply · +6 points

Falar em 10.000 m² de degradação é piada. Sou sócio de uma Pousada Clube em Barão de Melgaço/MT desde 1989. A barranca do Rio Cuiabá perdeu, de lá pra cá, 20 metros. As baías de Chacororé e Mariana são dois santuarios, porém estão sendo construidas mansões de ricos empresários e políticos às suas margens, criminosamente. Já foram condenados a demolir, porém recorrem e nada acontece.
As Pousadas são de longe o menor problema, existe hoje uma concientização. O problema do pantanal está, primeiramente nas cidades que margeiam seus rios formadores.
Rondonópolis(Rio Vermelho)...Juscimeira e São Lourenço(Rio São Lourenço)...Cuiabá(Rio Cuiabá)...Coxim(Rio Taquari)...Corumbá, Porto Murtinho, Alto Paraguai, Arenápolis, Nortelândia e outras(Rio Paraguai e Rio Santana). Todas essas cidades despejam em maior ou menor percentual, esgoto em natura. Moradores ribeirinhos fazem do leito desses rios verdadeiras lixeiras. Nas chuvaradasm o lixo jogado nas ruas é todo levado para os rios.Muitos Lava Jatos tem suas aguas poluídas canalizadas para os rios, sem tratamento....e por ai vai.
O segundo grande problema são as lanchas rápidas, que formam ondas que estouram contra os barrancos, primeiramente solapando e posteriormente desmoronando suas margens.
Em terceiro, as fazendas nas margens desses rios e seus afluentes, que não respeitaram as faixas de preservação, canalizando terra(assreamento), resíduos tóxicos, queda de barrancos e outras mazelas.
Portanto, essa medida do MPF, apesar de salutar, é muito mais para desviar a atenção dos mais graves problemas de degradação pantaneira. O maior crime que está sendo perpetuado agora é a aprovação do Código Florestal da maneira que os agropecuaristas pleiteiam. Com exceção do norte do Mato Grosso, o restante de MS e MT, tem 30%a 40% de suas propriedades alimentando os principais rios e seus afluentes para o Pantanal. O crime mora fora do Pantanal.

398 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - Maria Lucia Fattorelli... · 0 replies · +1 points

Engano seu, o Paim jamais aceitaria o Ministério da Previdência. Uma coisa é ficar dando pitaco, outra é assumir a si a administração da realidade.

398 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - Maria Lucia Fattorelli... · 0 replies · +1 points

Diz ai, onde está o dinheiro da Previ?

398 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - Maria Lucia Fattorelli... · 2 replies · -2 points

CONTINUANDO
Está citado acima a questão das fraudes. Que sabe-se, continuam, volta e meia a PF prende uma quadrilha. Mas o problema maior não é esse. O problema é a sistemática de capitalisação, que sempre foi feita através de aplicações em bancos, capitalização por um piso muito frágil em relação a questão atuarial, tanto é que todas se tornaram deficitárias. Com a federalização, em 1966 e a entrada de milhares de novos contribuintes, num primeiro momento houve a criação de uma enorme poupança, que como citei, acabou sendo emprestada para estados e municípios, que nunca retornou.

Os cálculos que o José As fez, não os cotegei, mas considerando-os exatos, apenas tem de ser acrescentado que funcionaria como início do sistema, onde primeiro se capitalizaria e depois, com o tempo se passaria a pagar benefícios. Acontece que a situação atual é outra, o INSS agora recebe a contribuição e imediatamente paga os benefícios, não sobra nada para capitalizar. “Inês é morta”, essa a realidade que alguns não querem enxergar, e se não for “mumificada” vai “catingar” cada vez mais e se degradar “ad infinitun”.
A solução, para aliviar o rombo são os Fundos de Pensão, que ao contrário do que alguns colocam, deu certo em todo o mundo, emquanto a Previdência Oficial em todo mundo deu “pane”. A matemática ainda é uma ciência perfeita, apesar de alguns do contra quererem revoga-la.

Agora, vejam que na Previ e outros fundos, a "briga" sempre foi com o lucro, o que fazer, pra onde destinar, normalmente o governo federal querendo e tentando por medidas diversas sugar esse lucro, algumas vezes perdendo na justiça, outras destinando parte para o BB. Com a Previdência Estatal sempre foi diferente, o chora é e sempre foi devido ao prejuízo. Na única época em que conseguiu capitalizar alguma coisa, logo após 1966, com milhares de novos contribuintes e poucos benefícios sendo pagos, sua capitalização foi usada para financiamentos à prefeituras e municípios, bem como para a criação do extinto BNH. Nada disso retornou. E se um dia a Previdência voltar a estar capitalizada, novamente os políticos usarão seu dinheiro para os mesmos fins.
O FunpresP não é Previdência Privada, é Fundo de Pensão nos moldes da Previ. nÃo será gerida pela banca financeira, mas por administração própria com controle de seus mantenedores.

398 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - Maria Lucia Fattorelli... · 1 reply · +1 points

Tem certas matérias que não tem como ler por completo. principalmente essa, quando chega nesse ponto: "quando os fundos de pensão estão quebrando no mundo todo, levando milhões de pessoas ao desespero".
O que está quebrado, em todo mundo é a previdência oficial e a previdência privada, não os fundos de pensão.
Só um em exemplo, o Fundo de pensão dos professores dos EEUU tinha a 10 anos atrás 1 TRILHÃO de dólares de patrimônio.
Coloco abaixo, pois poucos tem conhecimento, a trajetória da nossa Previdência, duas vezes socorrida, por Getúlio e pelo governo golpista militar. Foi federalizada recentemente, 1966. para comparara, a previ foi criada em 1904 e está ai, firme e lucrativa, apesar das tentativas fernandinas de quebrá-la, entre outros percalços.:

penas para comparar, a PREVI foi criada em 1904.

“O Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) do Brasil foi criado no ano de 1966, originando-se da fusão de todos os Institutos de Aposentadoria e Pensões existentes à época.

História

A Previdência Social no Brasil deu seus primeiros passos com a Lei Elói Chaves, de 1923, que criou as Caixas de Aposentadorias e Pensões (CAPs), que eram geralmente organizadas por empresas e sob regulação do Estado. As CAPs operavam em regime de capitalização, porém eram estruturalmente frágeis por possuírem um número pequeno de contribuintes e seguirem hipóteses demográficas de parâmetros duvidosos; outro fator de fragilidade era o elevado número de fraudes na concessão de benefícios.

Em 1930, o Presidente da República Getúlio Vargas suspendeu as aposentadorias das CAPs durante seis meses e promoveu uma reestruturação que acabou por substitui-las por Institutos de Aposentadorias e Pensões (IAPs), que eram autarquias de nível nacional centralizadas no governo federal; dessa forma, a filiação passava a se dar por categorias profissionais, diferente do modelo das CAPs, que se organizavam por empresas.

Ao longo dos anos seguintes surgiriam os seguintes institutos:

1933 – IAPM – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Marítimos;
1934 – IAPC – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Comerciários (Decreto n° 24.272, de 21 de maio de 1934);
1934 – IAPB – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Bancários (Decreto nº 24.615, de 9 de julho de 1934);
1936 – IAPI – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (Lei n° 367, de 31 de dezembro de 1936) ;
1938 – IPASE – Instituto de Pensões e Assistência dos Servidores do Estado (Decreto-Lei n° 288, de 23 de fevereiro de 1938);
1938 – IAPETEC – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Empregados em Transportes e Cargas (Decreto-Lei n° 651, de 26 de agosto de 1938);
1939 – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Operários Estivadores (Decreto-Lei n° 1.355, de 19 de junho de 1939);
1945 – ISS – O Decreto n° 7.526, de 7 de maio de 1945, dispôs sobre a criação do Instituto de Serviços Sociais do Brasil.
1945 – IAPTEC O Decreto-Lei n° 7.720, de 9 de julho de 1945, incorporou ao Instituto dos Empregados em Transportes e Cargas o da Estiva e passou a se chamar Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Estivadores e Transportes de Cargas.
1953 – CAPFESP – Caixa de Aposentadoria e Pensões dos Ferroviários e de Empresa do Serviço Público (Decreto nº 34.586, de 12 de novembro de 1953);
1960 – IAPFESP – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Ferroviários e Empregados em Serviços Públicos (Lei nº 3.807, de 26 de agosto de 1960, art. 176 – extinta a CAPFESP).

Em 1964, foi criada uma comissão para reformular o sistema previdenciário, que culminou com a fusão de todos os IAPs no INPS (Instituto Nacional da Previdência Social), em 1966. Em 1990, o INPS se fundiu ao Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social (IAPAS) para formar o Instituto Nacional de Seguridade Social. O INAMPS, que funcionava junto ao INPS, foi extinto e seu serviço passou a ser coberto pelo SUS.”

398 weeks ago @ Viomundo - O que voc&e... - A ind├║stria brasileir... · 2 replies · -1 points

Penso que a matéria é simplista na análise, culpando apenas juros, câmbio e salários e custo da energia.
Penso que além desses fatores, o pior é a "gordura" que nossas empresas costumam adicionar aos seus ganhos, em toda cadeia produtiva, num efeito cascata que redunda em preços elevados no varejo, ou no atacado, caso da atividade do Edu Guimarães.
Quanto a China, como concorrer se eles tem gastos sociais mínimos, em saúde, previdência e aposentadoria?
Só ai já vai um enorme diferencial em necessidades de cobrança de impostos.
Outra coisa, o industrial brasileiro tem uma enorme dificuldade associativa no sentido de criar sinergias produtiva, com redução de custos, quer mais é concorrer e abater o concorrente.
Mais, aqui ao contrário de outros países, já foi dito, é Empresário rico com a Empresa pobre, altas mordomias sutentadas pela "gordura" acrescentada na venda da produção. Questão de cultura.
Se, como escreve o Edugui, está realmente havendo investimentos na área industrial, podemos dentro de alguns anos melhorar a situação, mas ainda assim não o ideal, pois são investidores extrangeiros, que acabarão desnacionalizando ainda mais nossa industria, por compra e ou ebsorção. A solução mais plausível é a automação, com ganho de produtividade, em detrimento, infelizmente, de menos mão de obra.
Acontece que pra cá tem vindo máquinas obsoletas de outros países, numa caríssima "desova" do que lá já seria sucata.
Uma boa medida, não sei se viável, seria só permitir vinda de máquinas industriais de última geração, mais produtivas.
Fora isso mexer no câmbio por decreto, que seria retrocesso, aumentar taxações de produtos importados, que gera discussões, esperar nova e melhor classificação no "invest grade", que facilitaria queda de juros.
Outra questão, a dívida interna hoje, se compararmos com outros países, o Brasil está numa situação previlegiada, porém em contra partida perdemos longe em poupança interna, desequilíbrio que nos deixa submissos à banca, principalmente a internacional.
Uma boa medida, que recebeu críticas, é a criação do FumpresP, que a longo prazo criará uma enorme poupança, a exemplo da Previ, criada em 1904, que apesar de alguns percalços está ai de pé com um patrimônio de mais de 150 bilhões de reais, que o Fumpresp em alguns anos vai superar pelo maior número de mantenedores e faixas salariais bem mais elevadas.