mcsundaeguy

mcsundaeguy

66p

279 comments posted · 2 followers · following 1

8 years ago @ Fênix Down - Bit Studio #40 - Depoi... · 0 replies · +3 points

Quase 123 minutos e 45 segundos! perdeu a chance por um segundo... de alguma coisa.

Mais de um ano de incerteza e espera! lição é que nunca percam as esperanças, crianças.
Bela nova arte, consertem seu feed, e cadê o episódio perdido?!

A leitura de e-mails foi ótima! sentirei falta das sandices do Panda.
Bit Studio é o pilar de palito de dente central da boca musical da game music. (sim)
UM SAUDOSO ABRAÇO DO MCSUNDAEGUY.

9 years ago @ Fênix Down - [Bit Studio] Comunicad... · 0 replies · +5 points

Credo, como estou relapso! Eu olho pro lado por uma semana e não vejo um comunicado tão importante sobre meu podcast favorito! D:

Boa sorte com seu curso de certificação, Juunin. e se precisar de ajuda com qualquer coisa, pode chamar. :D
Tomo como obrigação tirar o atraso de um certo documento que diz respeito ao podcast.
Ansioso pra conhecer os novos membros que estão entrando no bitstudio (ui).

9 years ago @ Fênix Down - Game Journey #49 - Cri... · 1 reply · +1 points

Bom trabalho com o game journey, Diego.
Sinto com o que você passou, me lembra as gambiarras que tive que fazer pra fazer alguns jogos antigos rodarem em sistemas novos. Configuração de som no DOSBox, em especial. =P
Esse foi um adventure game bem... "especial". mas ainda divertido.
quero ver mais adventures ou jogos dublados aqui =)

9 years ago @ Baixo Frente Soco - Eu Gosto de JÓgos #12... · 1 reply · +3 points

Imagem? do meu nickname?
eu tive a ideia dela quando criei o nickname em si. ela inclusive tem um significado terrivelmente sem graça e difícil de adivinhar que revela o meu nome de verdade. =)

9 years ago @ Baixo Frente Soco - Eu Gosto de JÓgos #12... · 3 replies · +3 points

..E agora o link do e-mail está disponível para visualização no gdocs, porque eu fui um idiota de não fazer isso logo de cara.

9 years ago @ Baixo Frente Soco - Eu Gosto de JÓgos #12... · 5 replies · +5 points

Ótima ideia de fazer o podcast sobre "mulheres nos jogos e diversão" só com mulheres (e o ilapso).

Sinto, por experiência, que nesse tipo de discussão, quando tem homens demais, todos os participantes ficam por demais preocupados em se desculpar e se justificar, ou ainda tentando conciliar e arrumar meios-termos para toda situação e exemplo, o que acaba gastando tempo sem chegar a nenhuma conclusão e por consequência o podcast nunca permeia toda a nuance do assunto. =(

Um beijo também para a Bebs por defender a Lara Croft de forma crítica. Essa personagem é um daqueles casos perdidos onde uma afirmação é tão repetida que se torna inquestionável. Pessoas sentem-se seguras em usá-la como exemplo de má personagem feminina sem precisar jogar totalmente os jogos, se concentrando só com o fenômeno cultural que a imagem dela provocou (o sutiã 42DD não ajudou). xD

Finalmente, quero dedicar o resto do comentário a minha protagonista feminina favorita: "April Ryan" do premiado adventure-game "The Longest Journey" (1999) que antes do "To the Moon" era a minha favorita referência para narrativa emocional com personagens carismáticos, multidimensionais e verossímeis.

Como recomendação de graça é pouco, mando um Jabá sobre o KICKSTARTER do novo jogo da série "The Longest Journey" e sequência para o "Dreamfall: The Longest Journey" (2006), O Dreamfall Chapters.

Só faltam 2 dias para terminar e estamos próximos da "milestone" de $1.500.000,00 que adiciona mais localidades e personagens ao jogo além de uma "commentary track" da equipe.
Posso dizer que nunca estive tão animado por um projeto do kickstarter, nem mesmo o adventure da double fine. :D

Edit: Estou disposto a discorrer mais sobre o conteúdo do e-mail de "To the Moon" que mandei pra um post no site. Para quem quiser ler, segue um link do original. mas lembrem-se, como disse o ilapso, são muitos spoiler graves.

9 years ago @ Baixo Frente Soco - Eu Gosto de JÓgos #12... · 2 replies · +3 points

Tudo bem então, cara.
Com meu comentário eu tinha o desejo de mostrar que o John, de fato, não é um personagem cartunesco e delirantemente egocêntrico e que o roteiro do jogo o dá qualidades o suficiente para você conseguir empatizar com a sua situação.

Contudo, se a sua opinião é firme de que ele precisava compensar a River no tempo de vida dela, apesar das as complicações fora do alcance dos dois, você realmente vai ter problemas sérios para ter ele como o foco da história.
Porque mesmo tentando, ele não consegue esse tipo de redenção em vida.

Não obstante, o Cavaleiro Kong alguns comentários acima, disse:
"O mais interessante de se pensar sobre o jogo é que nós como jogadores/cientistas somos os mais oniscientes. A gente vai mais longe do que o Johnny, a River e qualquer outro personagem.
É até meio triste de se pensar nisso, mas ninguém naquele jogo inteiro viveu sabendo o que realmente tava se passando em suas vidas. Só nós como jogadores (na pele dos cientistas) conseguimos juntar as peças desse complexo quebra-cabeças."

Isto é uma qualidade de tragédia dramática e nem todo mundo gosta desse tipo de história.
Mas eu ainda insisto que, mesmo em detrimento disso, você pode apreciar o jogo, pois o John não é o único personagem que tem profundidade.

Depois de refletir um pouco, acredito que, mesmo que você ache o John somente "um velho escroto que tá morrendo", isso não vai retirar todo o mérito do jogo.
Pois, a Isabelle, a River e os dois doutores são personagens fortes e diferentes do John.

Ou talvez você não vá gostar mesmo e essa discussão seja rigorosamente só mais um caso de preferência.
Eu, por exemplo, acho "South Park" uma série "overrated" e exageradamente depreciativa. E mesmo que a ache engraçada, sempre levo as mensagens deles com um pé atrás, Imaginando se não estou me precipitando para julgar.

9 years ago @ Baixo Frente Soco - Eu Gosto de JÓgos #12... · 6 replies · +3 points

Olá, Emanuel.
Na minha opinião, o que faz um personagem ser engajante e verossímil numa narrativa repousa na forma que ele é escrito. e eu acredito que o Kan "Cangaceiro" Gao, autor da obra, tenha tido sucesso em fazer do Johnny um personagem empático.

A narrativa é estruturada de tal forma que a sua empatia muda de personagem a cada cena; i.e. numa cena, você vê uma decisão não muito legal de uma personagem, para depois, com mais informações, entender a motivação pra tal decisão. (não que ela não seja egoísta ou omissiva, às vezes)

No próprio texto do jogo, logo no começo, ele tem uma personagem questionando o quão egoísta o Johnny está sendo, sobre ele "achar que sabe o que é melhor para a vida dos outros" e "não respeitar a decisão da River". mas no mesmo jogo, mais tarde, é possível sentir empatia por ele, porque você descobrirá outras qualidades dele, e o que o fez ser o que é.

Você está certo que o Johnny não é um bastião de inspiração para todos. ele é falho como todo ser humano, o que o faz crível. ele se arrepende de decisões que fez. e acredito que no final, mesmo tendo sua memória reescrita para realizar a sua fantasia, ele tem um tipo de redenção.
Eu, pessoalmente, não gosto de personagens que não cometem erros. todo mundo faz coisas erradas e se arrepende (esse dilema é uma dos tópicos que o jogo aborda).

Acredito que, às vezes, o mundo conspira para te levar ao erro. Que você não poderia possivelmente tomar uma decisão correta com as informações que tinha e a pessoa que é.
Ver na ficção um mundo onde você sempre pode escolher a decisão certa de acordo com sua moral, com todas as informações em mãos, sempre me retira um pouco da experiência... não tem verossimilhança.

Vale salientar também que "South Park" é uma comédia absurdista, e quase sempre suas descrições de personagens são demasiadamente exageradas para passar uma mensagem.

Minha recomendação é que você realmente jogasse o "To the Moon", por causa da sua profundidade narrativa e dos seus personagens terrivelmente fortes. Não é todo dia que temos a oportunidade de jogar um jogo cuja história foge tanto do padrão que se consolidou pra esse tipo de coisa.

10 years ago @ Fênix Down - LADO B #3 - Arones Stu... · 0 replies · +2 points

Essa coluna eu tive que parar pra ouvir. é absolutamente minha favorita que é exclusiva desse site, desde que a mesma surgiu -- e a única que eu posso afirmar; me fez gastar dinheiro pra apoiar. =)
Parabéns para todos os envolvidos

10 years ago @ Fênix Down - Bit Studio #37 - Guita... · 1 reply · +1 points

Então, cara... não tem votação desde o Bit Studio #34. pelo menos no violão de 8 bits. aqui eu não consigo nem ver vestígios das votações que tiveram os posts daqui.

O Juunin teve algum problema pra fazer o plugin da votação funcionar aqui no site. Por isso não tem enquete desde abril.
É difícil de contabilizar os votos de forma justa sem uma ferramenta dessas, suponho.

De lá pra cá os temas vêm sido escolhidos pela equipe mesmo. foi essa a brincadeira que o Juunin sobre "não ter mais votação porr@ nenhuma". xD