Gilberto Rezende

Gilberto Rezende

106p

2,882 comments posted · 2 followers · following 0

86 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - VÍDEO: Saab coloca Gr... · 0 replies · +1 points

Teste em clima quente é no deserto do Saara ou no Sertão do Cariri no Nordeste...

86 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - VÍDEO: Saab coloca Gr... · 0 replies · +2 points

Quem sabe na base aérea chilena na Antártida... kkk

86 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - GUERRA FRIA: O que aco... · 0 replies · +8 points

A compra do casco era justamente para aproveitá-lo para APRENDER a construir um porta-aviões que era o que se queria com a aquisição. OU DEVERIA SE QUERER...
OPERAR um porta-aviões depois era apenas o resultado de um aprendizado de engenharia naval exitoso.

Como é difícil as pessoas entenderem o conceito BÁSICO de engenharia ao invés da tese simplista de operar baratinho um porta-aviões...

ALIÁS este foi o erro crucial da Marinha do Brasil no caso do NAe São Paulo, que comprou um excelente casco francês (muito melhor que qualquer destes cascos russos) como o preço minúsculo equivalente a um Super Tucano (12 milhões de dólares) que foi um mínimo cobrado pelos franceses numa unidade deste porte e que tinham conhecimento e o repassaram e alertaram à MB do péssimo estado no navio no governo FHC.

Muito tempo depois, no fim de sua vida operativa conturbada na MB já na época da sua baixa da Armada, o Bureau Veritas foi contratado e comprovou que o casco francês AINDA estava em excelente estado...

Mas os Almirantes Brasileiros se acham mais espertos que os seus congêneres na China e na Índia...
Passaram décadas querendo remendar ao que não tinha mais jeito e a constantemente propor reforminhas meia boca que nunca atacavam seus profundos problemas de eixo, propulsão, retirada total da isolação de asbestos e de seus sistemas principais obsoletos.

Nunca fizeram o uso do CASCO que dele se poderia ter feito como instrumento PRÁTICO num exercício de desenvolvimento Engenharia Naval APLICADA em construção de PAs e resolveram ao final descartá-lo e em definitivo...
MESMO SABENDO que o casco ainda está em ótimo estado podendo ser base de um novo projeto de construção.

NUNCA consideraram ou propuseram seriamente em fazer a reforma ampla aproveitando-se só o casco como fizeram os indianos e os chineses...

Uma ENORME oportunidade perdida para sempre já que cascos de porta-aviões convencionais não estão mais disponíveis.

Seria custoso, duraria pelo menos os dez anos como duraram os projetos chinês e indiano mas gerariam o CONHECIMENTO DE ENGENHARIA necessário à construção deste tipo de unidade PARA O FUTURO.

Será muito difícil que isso, a construção de porta-aviões, venha a ocorrer nas próximas décadas na Marinha Brasileira...

Parabéns aos envolvidos, militares e civis...

87 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Segunda Guerra Mundial... · 0 replies · +1 points

Uma trama clássica da sci-fi é um cenário de Realidade Alternativa de quando alienígenas teriam chegado na Terra em 1940, após sua analise inicial eles se juntam a Alemanha Nazista a nação mais avançada tecnologicamente da Terra da época...
E daí mudam a história mundial e os alemães nazistas ganham a 2 WW...

90 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - VÍDEO: Boeing apresen... · 0 replies · +1 points

Eu achei o projeto bem legal e OUSADO esta configuração de 3 rotores (sustentação, propulsão e de cauda), mas achei particularmente bem estranho a configuração do rotor de cauda lateral muito fora do centro numa espécie de mastro alto e com uma carenagem redonda que me dá uma suspeita que ali esteja uma inesperadamente potente turbina para um rotor de cauda convencional.

Não sei se foi impressão mas ACHEI que o tal conjunto mastro e o compartimento redondo PODERIA indicar que além do rotor de cauda ter esta turbina independente o conjunto poderia ter ter dois ângulos de grau de inclinação (um do mastro e outro do próprio rotor) por isso ter uma posição tão alta e tão distante do rotor propulsivo de cauda...

As imagens não estão detalhadas pois em algumas imagens o mastro está a direita da fuselagem em gota (2ª e 4ª) e em outras está do lado esquerdo (1ª e 3ª), no vídeo aparece, sem muita clareza, que está à direita...

Independente desta dúvida, sob a perspectiva da inovação tecnológica, seria interessante se tanto o mastro como o rotor tivessem a capacidade de girar 60º (ou mais) tanto no mastro como no compartimento da turbina do rotor e o conjunto do sistema fosse controlado por com****dor para auxiliar manobras bruscas e laterais de desvio uma vez que se trata de uma unidade de Reconhecimento e ATAQUE do exército onde se presume um enfrentamento direto e agressivo contra as defesas anti-aéreas do inimigo.

Um rotor de cauda com uma potente turbina independente (e uma estrutura ampliada de alto grau de mobilidade ao seu vetor de empuxo) interligado a um sistema de pilotagem com****dorizado e integrado aos sensores de defesa da aeronave pode representar uma efetiva e inovadora característica de sobrevivência e manobrabilidade no geral para este helicóptero.

Representaria se assim for implementado um impacto similar para as asas rotativas do que foi o empuxo vetorizado para as aeronaves de asa fixa na aviação de caça...

Um sistema de rabo doido de cauda... he he...

Se não é exatamente tudo isso DEVERIA SER...

90 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Marinha Real Britânic... · 0 replies · +1 points

Se eu entendi direito esta asa, provavelmente na velocidade de cruzeiro, gera sustentação aerodinâmica (para cima) que contrabalança 360 kg de cada lado.
Assim as asas e a carga adicional de armamento só acrescentaria uma fração o seu peso, diminuídos em 720 kg do seu peso total....
Não representando, a adoção das asas de armamento, comprometimento significativo das características originais de voo do Wildcat sem o novo acessório...
Que aumenta, em padrão soviético, as capacidades ofensivas do Wildcat...

91 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - China instala motor na... · 0 replies · +8 points

Apenas o desenvolvimento NATURAL das coisas...
Todo mundo sabe do poder da economia chinesa e os recursos que possui hoje e é mera questão de tempo para a China desenvolver seus motores aeronáuticos militares como fez e faz com todo o resto...

Só patetas ideologizados acreditam que esta situação de usar motores russos permaneceria indefinidamente com as ambições chinesas de ser um poder global...

Eles tem recursos e decisão política para trilhar este caminho, cedo ou tarde...
E de dar o tempo ao tempo os milenares chineses entendem um bocado...

94 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Novo sistema de propul... · 0 replies · +1 points

A questão que se impões imaginar é COMO será configurado este sistema de propulsão híbrida que deverá gerar, sem interrupção, energia elétrica para os dois motores elétricos principais dianteiros, principalmente num proposto voo contínuo de 5 dias que necessariamente incluirá fases de voo diurnas e noturnas:

1) Tamanho de um set de baterias que roubariam uma capacidade de carga transportável com seu peso extra;
2) peso de combustível diesel e peso de geradores elétricos acoplados aos motores Diesel traseiros, que não faria muito sentido na mudança dos motores elétricos dianteiros
3) aproveitar a grande área da fuselagem e incluir painéis solares na parte superior para gerar energia diretamente para os motores elétricos;

Acredito que a opção 3 deveria ser a solução principal no voo diurno, as soluções 2 e 3 (sozinhas ou em conjunto) devem oferecer uma solução viável para permitir o funcionamento dos motores dianteiros de propulsão elétricos no voo noturno ou como um eventual backup no voo diurno...

Se a aeronave não possuir painéis solares para alimentar os novos propulsores elétricos vai adicionar muito peso seja com muitas baterias ou geradores elétricos pesados acoplados aos motores diesel...

O chamado voo ecológico puro citado só pode ser obtido a partir de de geração elétrica a partir de baterias ou de painéis solares (sem acionamento dos motores diesel traseiros), isto que me confunde já que neste caso todo o sistema de motores traseiros vira um grande peso morto em voo...

Vamos ver mais a frente, quando a nova aeronave ficar pronta, e estiverem disponíveis mais informações de sua configuração híbrida....

95 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - ESPAÇO: nave espacial... · 0 replies · +1 points

Que fase no software dona Boeing....

97 weeks ago @ Cavok Brasil - Avia&cc... - Importante cliente da ... · 0 replies · +2 points

A única coisa que pode acontecer se a Boeing resolver fazer esta coisa PRIMÁRIA de colocar o MAX para debaixo do tapete (e renomear seus "novos" refurbished jets) é que ao invés de no futuro eu procurar evitar viajar em aeronaves 737 MAX , na dúvida, evitarei voar em qualquer tipo de 737...

Se houver uma alternativa usando o Airbus é esta que vou priorizar nas minhas viagens...

E não serei o único...