Magico

Magico

85p

84 comments posted · 8 followers · following 0

423 weeks ago @ GameHall Network - Conheça Lord Eternal,... · 0 replies · +1 points

A unica razão para que conseguiria entender e aceitar de um colecionador pegar este console por este preço seria o de ter a primeira geração do console a venda. Ainda assim, é caro demais e inaceitável.

De novo, respeito o desejo de quem pode e quer pagar este preço, mas recomendo que não o faça. Se voce pode pagar por isto nestas condições, voce pode pagar mais por outras futuramente e isso é que precisamos impedir.

Eu me recuso a dar 4k neste console, e que o fizer isto, vai desembolsar um pouco mais, jaque vai ter de comprar a camera e alguns jogos, que ja estão difíceis de pegar até por download.
http://olhardigital.uol.com.br/colunistas/blog_da...

424 weeks ago @ GameHall Network - Conheça Lord Eternal,... · 3 replies · +115 points

Só para ficar claro: respeito a decisão de qualquer um que quiser pagar este preço. E abusivo, sim, é. mas se você pode e quer pagar, vá em frente e seja feliz..

Porém, vale a nota: servidores esgotados, jogos em mídia física difíceis de achar e você não pode baixar com facilidade os que comprar online. Se tudo o que fizer com este jogo, for jogar os games do controle, desculpa, você é um idiota.

O caso do amigo ai é diferente: ele é um colecionador e isto ja justifica, afinal para caras assim, games caros são coisas normais, exceto que leva-se em conta o fator da raridade do console, mas não vou entrar nisto, exceto que neste caso, pegar o game na primeira leva ja o torna raro. Entretanto, ele pagou caro para ter algo incompleto (a falta da câmera, não é o primeiro que ouço ou leio não ter adquirido este acessório).

Por todos estas razões, fica a a dica: a quem quiser os jogos da nova geração, que espere mais um pouco, deixem as cobaias (estou excluindo nisto o Lord Eternal e todos os demais colecionadores que forem investir no games de primeira leva) acertarem os bugs e o mercado se ajeitar, ai sim, compre. Esses 4k não precisam e nem deveriam ser gastos agora. Pelo menos, não enquanto este problemas perdurarem. Voce só vai ter um jogo fodão que só vai poder usar depois, quando todos os demais comprarem o seu.

425 weeks ago @ Paranerdia - Paranerdia 84: O Fant... · 0 replies · +2 points

A maldição o perseguiu até aqui, pois conta-se uma lenda de que Jaspion e Changeman só cairam no pacote de licenças por acaso, pois a aposta mesmo era a animação Comando Dolbuck, que teriam saido apenas nas locadoras e ainda por cima, duas outras série poderiam ter vindo em seu lugar: Dragon Ball e Saint Seiya. Vou manter esta informação apenas como "boato", ok.

No Brasil, Jaspion é um marco tamanho que simplesmente virou sinônimo de heroi Japonês. Bem antes do termo Tokusatsu se tornar popular, dizer algo: "é aquela serie tipo Jaspion" era algo bem comum de ouvir, ao se retratar das séries japonesas. Ele e os Changeman - sim, também concordo que estão no mesmo nível - se tornaram uma referencia para nós e até hoje continuam sendo assistidos e desejados. Eu fiz questão de comprar a lata e sim, Nerdmaster, foi graças a indicações suas no Blog do Jotacê que peguei a minha versão com aquele boneco, horroroso é verdade, mas mesmo assim gosto dele, além do mais, peguei com desconto (R$49,90 na lata ^_^). Hoje infelizmente, faço parte da longa lista de fãs que só tem os dvds, o álbum de figurinhas (completo, ora bolas) e recentemente consegui a Turbo Magnus. Um dia eu ainda consigo o Jaspion em action figure.

Tenho mais curiosidades como uma história que tenho do circo show, da minha coleção de Jaspion em quadrinhos e outras histórias, mas deixo para outra oportunidade. Por hora, agradeço a oportunidade em ouvir um podcast tão bacana e fico na aguardo de outros no mesmo nível. Meus Parabéns a você, Nerdmaster e a todos os participantes.

425 weeks ago @ Paranerdia - Paranerdia 84: O Fant... · 0 replies · +3 points

Antes de mais nada, Dragão Dourado: de nada e ás ordens.

Agora vamos lá.

Jaspion sempre foi uma de minhas séries favoritas, daquelas que você simplesmente não esquece e guarda com carinho no coração (como Patrulha Estelar, por exemplo). Minha história com o Jaspion começa com Ultraman e Spectreman, como tenho 38 anos, sou do tempo em que tais séries eram exibidas e como não podia deixar de ser, era fã delas. Quando as mesmas deixaram de ser exibidas, abriu um vácuo que foi preenchido com animações e outros seriados.

Porém, houve uma época em que saia com os amigos para ir as locadoras, não para a locar um filme, mas simplesmente desenhar as capas dos desenhos que estavam disponíveis. Porque fazíamos isto eu simplesmente não lembro, mas tente imaginar garotos de 10 a 15 anos pegando as capas das fitas para desenhar em cima delas. Uma destas fitas, eram os videos da Everest, começando por Comando Dolbuck e outros animes raros na época e também, como não podia deixar de ser, dois seriados esquisitos: Jaspion e Changeman.

Um tempo depois, um dos meus amigos me contou a bomba: "lembra do Jaspion? Parece que ele tá passando na Manchete". No dia seguinte, a impaciência foi demais, pois contava cada minuto até o inicio do episódio, pois era um retorno, pelo menos para mim, aos tempos de Ultraman. Não foi um retorno, foi algo muito melhor. Recordo que toda vez que começava o Jaspion, a rua ficava vazia, pois brincávamos bastante e só voltamos quando o episódio terminava, agora comentando o que aconteceu. Os episódios em que o Sensor Ótico era acionado ou quando o MacGarem aparecia em duelo eram esperados com ansiedade.

Se não me falha a memoria, meu primeiro episódio foi o "Ataque a Tókio", aquele da Expo Tsukuba ou o episódio em que o Jaspion corta o cabelo. Curiosamente (ou não), daquele momento em diante, a série deixava de ser tão cômica, ou melhor o Jaspion deixava de ser um palhaço e ficava mais sério. Gostei muito mais série depois deste episódio. Por falar nisto, não quase nada nesta série que não goste mais e considere superior aos Metal Heroes (desculpe reconheço que Kenji Ohba é foda, mas era só isso que Gavan tinha): a transformação enxuta, a armadura era mais legal, os vilões eram mais sinistros, os monstros tinham mais carisma, a trilha sonora era demais e pare fechar tinha "O" ROBÔ GIGANTE: o Daileon, sem mais meritíssimo.

É lamentável saber que Jaspion não foi um sucesso em seu país de origem. Assistindo aos demais Metal Heroes (os Uchu Keijis - Gavan Sharivan, Sheider e o Speilvan) dá para entender que a fórmula utilizada na série até então funcionava: a transformação explicada a cada episodio, os monstros de tamanho normal, os Mechas esquisitos com dupla ou tripla função - nave, robô, arma) e as dimensões alternativas para explicar porque todos os combates aconteciam sempre no mesmo lugar (a Pedreira da Toei). Jaspion foi a série que quebrou tudo isto, mostrando versões mais criativas ao meu ver, as vezes voltando atras em certos conceitos que eram vistos em séries de Super Sentai (os Monstros Gigantes, por exemplo). O que não dá para entender é que Gavan surgiu como uma tentativa de mudar os paradigmas vistos a exaustão nos Sentais, com um protagonista que luta mais antes de se transformar, só para citar um exemplo e se tornou um marco a tal ponto de nunca mais ser esquecido e ainda aparecer em produções atuais (vide os filmes do Gokaiger e o novo filme do Gavan), mas Jaspion, que atualiza o conceito, simplesmente foi ignorado e deixado de lado. Uma pena.

468 weeks ago @ Paranerdia - Paranerdia 71: Patrulh... · 0 replies · +1 points

Salve.

Antes, Matheus "HQ Man", não esqueci de você não, viu.

Admito que ainda não conferi todos os links para saber se estão ok, mas para quem quiser tentar, segue ai um site que diz ter todas as três temporadas de Yamato - Patrulha Estelar:

Multiverso http://jota-superblog.blogspot.com.br/2012/12/pat...

Até.

469 weeks ago @ TargetHD - [TargetHD #Podcast] 16... · 0 replies · +1 points

Salve Moreira.

Ja faz tempo que não ouço o TargetHD e mais tempo ainda que não comento, então vamos recuperar o tempo perdido.

Eu sou um fã da linha Samsung Galaxy, tanto que ao pensar na troca de um smartphone, não consigo pensar em outra marca a não ser esta. esta em minha lista de desejos adquirir um Galaxy SIII, não que precise, pois o meu Mini dá conta do recado satisfatoriamente para aquilo que preciso, mas realmente, é bom ver o sucesso e reconhecimento que a linha vem adquirindo com o tempo. Digo isto pois os concorrentes precisam se mexer para vencer um oponente de peso como ele e nós podemos ganhar com isto com produtos melhores e preços melhores.

Curiosamente, eu não penso em ter um iPhone. Me pergunto o quão equivocado eu posso estar ao pensar assim.

E eu queria ser um americano, pois só lá uma ideia idiota como a de construir a Estrela da Morte, poderia ser levada adiante de forma séria. Ponto para o Obama, não pela óbvia resposta negativa, mas pelo bom humor e boa vontade ao faze-la.

Até a próxima, Moreira.

469 weeks ago @ http://www.actionsecom... - LANÇAMENTO EM P... · 0 replies · +1 points

Se entendi bem, o Universo Expandido de Star Wars DEPOIS de Retorno de Jedi deixa de existir? É isso?

469 weeks ago @ http://www.actionsecom... - SÉRIE | Space B... · 0 replies · +1 points

Na verdade, cogitaram sim fazer uma adaptação.

A série foi exibida nos EUA como Starblazers e é sim, muito famosa por lá. Tanto que a própria Disney iria rodar um projeto adaptando a série, mas foi cancelado. Nesta versão, até o nome da nave, que mudou de Yamato para Argo, seria trocado para Arizona.

A ideia de uma versão americana voltou após o lançamento da versão nipônica do filme live action de Yamato.

469 weeks ago @ http://www.actionsecom... - SÉRIE | Space B... · 0 replies · +1 points

Salve.

O podcast Paranérdia, gravou um bate-papo sobre Yamato. Se alguém se interessar, cola lá para ouvir: http://paranerdia.com.br/podcast/paranerdia-71-pa...

Eu assisti a estes episódios e só tenho que agradecer por terem criado um espaço seguro aqui para a podermos acompanhar a série. Essa versão de Yamato esta excelente e espero que gere uma nova franquia daqui em diante.

469 weeks ago @ Paranerdia - Paranerdia 71: Patrulh... · 2 replies · +2 points

Olha, sem querer fazer graça, serio mesmo, mas recomendo ir do inicio se conseguir encontrar material. E esqueça o termo Filler, ele não se aplica aqui.

A cronologia de série é: (Sem os filmes) Iscandar (primeira temporada), Cometa Império (segunda Temporada), Crise do Sol (Federação Polar, ou Bolar Wars, nomes pela qual a terceira temporada é reconhecida). Para quem esta começando, eu não recomendo os longas sem antes ter visto uma destas temporadas.

O interessante destas temporadas é que elas são meio que independentes uma das outras, portanto, se voce não ver Iscandar, mas assistir Cometa Império (o que aconteceu com todos os Paulistas durante a exibição da Rede Manchete) vai funcionar, pois existem resumos entre os episódios que explicam o que aconteceu na temporada anterior.

Eu não recomendo os filmes por dois motivos: o primeiro é que são muito difíceis de encontrar no original (e pior ainda legendados), assim como toda a série e segundo é que são realmente longos. Nenhum dos seis filmes animados de Yamato tem duração inferior a duas horas, nenhum. Mesmo assim, caso queiram ver, recomendo o filme Space Cruiser, que esta disponível no youtube, pois se trata de um compacto da primeira temporada. Aliás, vale lembrar que foi a partir deste filme que a série realmente decolou, já que sua exibição original não deu muita audiência, tanto que dos 30 (ou 36 ou 39, não lembro agora o numero exato) episódios originais foram cortados na produção para apenas 26.

Mesmo assim, para quem quiser de fato acompanhar Yamato, dou como sugestão, ver a atual versão da série – Space Battleship Yamato 2199 - feita em HD e que retoma a saga da primeira temporada. O único link seguro que encontrei é o do portal Actions e Comics http://www.actionsecomics.net/2013/01/serie-space...